Posts marcados ‘Belo Monte’

Gota D’água

O Movimento Gota D’Água é uma iniciativa que pede que o Governo gentilmente pare a idéia de construir a Usina Hidroelétrica de Belo Monte. Até aí, muito bonito. Não que eu ache DEVEMOS parar com Belo Monte. Não. A gente deve discutir melhor o impacto ambiental e social de tal construção. E isso não se faz de uma hora pra outra. Em um vídeo repleto de ironia e com estrelas duvidosas como Bruno Mazzeo, Letícia Sabatella e Maitê Proença.

Primeiramente observamos que vilanizam completamente a usina. Reafirmo que é necessário debate. Não é questão de ser contra Belo Monte ou a favor. Sou partidário do debate amplo sobre o assunto. Portanto, não há que se colocar mocinho ou bandido nessa história. Coloquemos na balança o que é bom e o que é ruim. Prós e contras. Existe impacto ambiental? Sim, bem como construir qualquer outra coisa nesse mundo gera, por menor que seja, algum tipo de impacto no meio ambiente.

Outro ponto que chama bastante atenção é a indignação da “classe artística” com o uso de dinheiro público para a construção de uma usina hidroelétrica. Pois bem, se o dinheiro arrecadado de maneira voraz pelos impostos no Brasil não serve para isso, para que ele serve? Pra financiar filme engraçadinho do Bruno Mazzeo? O dinheiro da arrecadação dos impostos, além de ser para investir em saúde, educação, segurança e transporte, também serve para investir no setor energético, bem como outros setores estratégicos. Ou você acha que quando a Bíblia conta que Deus ordenou que se fizesse a luz ela está falando da energia elétrica que liga seu lindo computador para que você leia esse texto?

Belo Monte vai destruir, vai sacudir, vai abalar? Vai. Então vamos ver outras formas de energia limpa e viáveis. Sugestões concretas? Bem, o vídeo fala sobre energia eólica e energia solar. Se existe a reclamação de gastar o dinheiro público na construção de uma usina na casa dos R$30 bilhões, ninguém vai reclamar dos custos de outras formas de energia? Saiba que as duas sugestões do vídeo (que não apresenta qualquer orçamento ou proposta) tornam o valor do kilowatt muito mais caro. Ou seja, primeiro argumento, sobre os valores, foi pro espaço.

Agora vamos ao impacto ambiental e todas as frases de efeito como “seria energia limpa se fosse construída no deserto”. Belíssimo texto, parabéns. Realmente Belo Monte causaria uma tragédia em seu projeto original e precisa ser modificado, como está sendo feito. O senhor e a senhora que compartilha tal vídeo e acha que “nossa, mudei o mundo, mereço até um abraço!”, já conferiu o impacto ambiental que faz todos os dias? O pacotinho de biscoito que você joga pela janela, ou o lixo que você não separa nem entre orgânico e inorgânico, ou o carro que usa pra ir de casa pro trabalho enquanto poderia usar metrô ou ônibus? Isso só como exemplos bem simples. É a velha história de todo mundo querer mudar o mundo, mas ninguém quer lavar a própria louça.

Sem contar que eu esperava um pouco mais de criatividade, né pessoal? Esse vídeo de vocês ficou bem parecido (pra não dizer plagiado) dessa campanha norte-americana de 2008 sobre as eleições.

Por fim, o que Dona Maitê Proença acha que vai mudar no mundo, além de me tirar a vontade de almoçar, ao tirar o sutiã pra ~ficar mais confortável~?

Usina velha é que faz comida boa!

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: