Gota D’água

O Movimento Gota D’Água é uma iniciativa que pede que o Governo gentilmente pare a idéia de construir a Usina Hidroelétrica de Belo Monte. Até aí, muito bonito. Não que eu ache DEVEMOS parar com Belo Monte. Não. A gente deve discutir melhor o impacto ambiental e social de tal construção. E isso não se faz de uma hora pra outra. Em um vídeo repleto de ironia e com estrelas duvidosas como Bruno Mazzeo, Letícia Sabatella e Maitê Proença.

Primeiramente observamos que vilanizam completamente a usina. Reafirmo que é necessário debate. Não é questão de ser contra Belo Monte ou a favor. Sou partidário do debate amplo sobre o assunto. Portanto, não há que se colocar mocinho ou bandido nessa história. Coloquemos na balança o que é bom e o que é ruim. Prós e contras. Existe impacto ambiental? Sim, bem como construir qualquer outra coisa nesse mundo gera, por menor que seja, algum tipo de impacto no meio ambiente.

Outro ponto que chama bastante atenção é a indignação da “classe artística” com o uso de dinheiro público para a construção de uma usina hidroelétrica. Pois bem, se o dinheiro arrecadado de maneira voraz pelos impostos no Brasil não serve para isso, para que ele serve? Pra financiar filme engraçadinho do Bruno Mazzeo? O dinheiro da arrecadação dos impostos, além de ser para investir em saúde, educação, segurança e transporte, também serve para investir no setor energético, bem como outros setores estratégicos. Ou você acha que quando a Bíblia conta que Deus ordenou que se fizesse a luz ela está falando da energia elétrica que liga seu lindo computador para que você leia esse texto?

Belo Monte vai destruir, vai sacudir, vai abalar? Vai. Então vamos ver outras formas de energia limpa e viáveis. Sugestões concretas? Bem, o vídeo fala sobre energia eólica e energia solar. Se existe a reclamação de gastar o dinheiro público na construção de uma usina na casa dos R$30 bilhões, ninguém vai reclamar dos custos de outras formas de energia? Saiba que as duas sugestões do vídeo (que não apresenta qualquer orçamento ou proposta) tornam o valor do kilowatt muito mais caro. Ou seja, primeiro argumento, sobre os valores, foi pro espaço.

Agora vamos ao impacto ambiental e todas as frases de efeito como “seria energia limpa se fosse construída no deserto”. Belíssimo texto, parabéns. Realmente Belo Monte causaria uma tragédia em seu projeto original e precisa ser modificado, como está sendo feito. O senhor e a senhora que compartilha tal vídeo e acha que “nossa, mudei o mundo, mereço até um abraço!”, já conferiu o impacto ambiental que faz todos os dias? O pacotinho de biscoito que você joga pela janela, ou o lixo que você não separa nem entre orgânico e inorgânico, ou o carro que usa pra ir de casa pro trabalho enquanto poderia usar metrô ou ônibus? Isso só como exemplos bem simples. É a velha história de todo mundo querer mudar o mundo, mas ninguém quer lavar a própria louça.

Sem contar que eu esperava um pouco mais de criatividade, né pessoal? Esse vídeo de vocês ficou bem parecido (pra não dizer plagiado) dessa campanha norte-americana de 2008 sobre as eleições.

Por fim, o que Dona Maitê Proença acha que vai mudar no mundo, além de me tirar a vontade de almoçar, ao tirar o sutiã pra ~ficar mais confortável~?

Usina velha é que faz comida boa!

Anúncios

Comentários em: "Gota D’água" (13)

  1. Um dos poucos sensatos que eu vi. É fácil falar e ver defeitos e apontar outras sugestões incabíveis. Concordo plenamente com você.

  2. Num guento com esse “AlGoresmos” de classe artística politicamente correta, sem entender que para país “crescer” (ou seja, toda a população poder ter acesso ao que a classe média faz voraz e inconsequentemente há séculos) é necessário estruturar o país. Questão energética é tão primordial quanto a questão ambiental! Não há como frear o processo do crescimento. Isso não significa alienar-se do que se faz com meio-ambiente. Alternativas viavéis urgem, mas dentro do contexto de que energia eólica e afins, a um custo INVIÁVEL para a maioria pagar, NÃO ADIANTA P.N. Afê, que raiva de modismos, ainda mais quando endossados por artistas que tanto ganham com o capitalismo “malvadão”. PS: deu para ver que concordo contigo, né?

  3. hahahha divertido o seu texto.
    mas sou contra a construcao especialmente por causa das comunidades que vivem em seu entorno/ que sera alagado. e que perdem nao apenas sua moradia, bem como o seu ganha pao, entenda-se ganha pao como floresta e Biodiversidade! e de exemplo de destruicao de biodiversidade ja temos a Itaipu… nao eh?

  4. Betcher disse:

    Pfffff … Esse seu texto não passa de mais um de seus falsos moralismo. Duvido que voce ao menos se preocupa se o barraco onde voce mora separam os resíduos para coleta seletiva.
    É evidente sua opinião contra aqueles que FAZEM. Voce adoraria se essa ideia da iniciativa fosse tua. Voce só não compartilha justamente por esse motivo- NÃO FOI VOCE.
    Nesse seu textinho voce nem liga se o projeto há impactos ambientais ou interesse político.

    Quanto aos artistas que aparecem – realmente, difícil saber se eles fazem ideia do que é Belo monte e tampouco as consequencias . Voce sabe muito bem qual foi intenção do Sérgio e da Maria Paula em divulgar o projeto com artistas que , de certa forma ,tem uma influencia na sociedade.
    Xuxa usa Monange, Luciano Huck anda de Dafra, e Angélica hidrata seus cabelo com Niely Gold.

    Voce é patético.

    Anda de acordo com que vá de beneficiar, sem ao menos ser fiel a suas opinioes – Voce critica porque vai te render um bom ibope , mas se o acaso , o que voce criticou vier lhe dar beneficios também, voce anula o que voce disse como se não houvesse o amanhã.

  5. João, você é o cara! Não me canso de ler o que você escreve. Por favor, escreva mais e com mais frequência. Beijo.

  6. Pois é, pelo menos no vídeo americano tem gente negra… só pra dizer…

  7. […] assisti ao vídeo achei bem interessante, mas olhando em um outro blog vi que não é novidade e sim bem parecido com uma campanha eleitoral nos EUA e de três anos […]

  8. Finalmente alguém escreve alguma que faz sentido….fiquei mais feliz ainda ao ver nos comentarios que também tem gente que percebe que essa campanha é absurda.

    Não digo que nao devamos discutir e refletir sobre o assunto. Mas esse video não causa discussão e nao convida à reflexão nenhuma.

  9. […] “Eu só queria estudar” uma crítica legal ao vídeo da Gota D’água +10 e a comoção que isso gerou nas ~redes […]

  10. Plagio Mazzeo disse:

    Quero ir embora… estes globais são muito criativos pra mim.

  11. Luciano disse:

    Uma das preocupações do vídeo é a Reserva do Xingu, que segundo o mesmo é abaixo! A reserva fica abaixo no mapa, mais precisamente no Mato Grosso. Mas o rio corre mapa acima! Manipulação?

  12. O vídeo só tem atores da Globo. Significa?..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: