No post sobre Jair Bolsonaro recebi uma quantidade incrível de comentários. Inclusive agradeço imensamente pelo barulho feito. Ficamos entre os 100 posts mais lidos no mundo (no mundo de WordPress, mas ainda é um mundo). Nós ficamos. Todos nós que não suportamos essas manifestações de preconceito. Aprovei todos que recebi, salvo os SPAMs.  Hoje, 31 de março de 2011, recebi este comentário de uma senhorita chamada Samantha. Não faço ideia de quem seja, mas achei bastante curioso seu apontamento sobre Jair Bolsonaro. Sinceramente não entendi se ela foi irônica num nível tão absurdo que eu não alcancei (então, meus parabéns) ou se foi apenas uma gota no oceano de 120 mil votos do futuro ex-deputado. Gostaria de compartilhar com vocês:

“Bolsonaro expôs a opinião dele, assim como vocês são sempre tão vocais na expressão de seus direitos. E outra: Se não quer ouvir, NÃO PERGUNTE!!! Graças a Deus ainda moramos num país onde se pode criticar e ter opiniões. Na sua cartinha você acusa o Deputado de “nazi-fascista” mas quem está impondo uma censura de opinião é você, meu caro.

Um político expressa a sua opinião e o rebuliço está formado. Tenha santa paciência!!! Se bobear, é capaz até de isso gerar uma revolução! Agora: cadê essa mobilização quando Mensalões são desmascarados? Quando qualquer tipo de corrupção vem á tona? Pelo menos nunca ouvi desse Deputado (Bolsonaro) estar envolvido nos escândalos que REALMENTE definem o caráter e a podridão da política brasileira.

Olha, vocês que me desculpem, mas pra mim, o mais triste disso tudo é ver como o homossexualismo tem se tornado algo tão normal, tão natural, tão correto. A IMPOSIÇÃO da aceitação desse desvio sexual especialmente pela mídia etc, está cada vez maior e isso é realmente MUITO triste… Ainda não tenho filhos, mas temo pelo mundo em que eles viverão. Pra onde irão os valores de FAMÍLIA -> PAI e MÃE (MACHO E FÊMEA) e filhos??

Meu Deus…. Ainda bem que ainda temos alguma representação resistente à esse liberalismo sem limites. É o mundo chegando no fim MESMO!!!”
Ok, então vamos por partes. É muita informação reacionária pra pouco parágrafo.

Primeiramente, muito obrigado por vir até meu blog e deixar tão amável comentário. Já pode se orgulhar e colocar no currículo. Sim, Bolsonaro tem todo direito a utilizar de sua opinião, por mais equivocada que seja, da mesma forma que eu tenho direito a me expressar sem sua interferência. Se o Brasil hoje é um Estado democrático, onde todos podemos expressar nossas opiniões, não agradeça a seu candidato Jair Bolsonaro. O rapazinho não estava do lado da liberdade de expressão em 1968, quando foi instaurado o AI-5. Há que se lembrar que a televisão no Brasil, não sei se é de seu conhecimento, é uma concessão pública. Ou seja, mais um fator pesando contra o ex-militar. Isso sem contar o poder de penetração de algo publicado numa emissora de TV versus algo escrito num blog gratuito como o meu. Isso sem contar que eu tenho a obrigação moral, como eleitor brasileiro, de fiscalizar o trabalho dos políticos do Brasil. Jair Bolsonaro falou algo que me ofendeu, não apenas quanto a homossexualidade, pois sempre soube de sua visão retrógrada e nazi-fascista (continuo sustentando minha opinião), mas sua declaração misógina e racista. Obviamente Jair Bolsonaro, num programa de televisão, tem muito mais repercussão do que este pobre blogueiro.

Não podemos criar um reboliço em cima da opinião de um politico? Temos que nos calar e engolir a seco todo tipo de absurdo? Quem está censurando quem aqui, minha nobre comentarista? Eu, por expressar minha indignação face às declarações de Jair Bolsonaro, ou você, por recriminar minha opinião? E nem precisa dizer que estou censurando sua opinião com este texto. Muito pelo contrário. Estou dando a você um destaque que não ofereci a qualquer outro comentário e estou expondo minha opinião, afinal, meu direito.

Eu acharia excelente caso esse comentário do Bolsonaro gerasse uma revolução. Não. Pensando bem, isso não geraria uma revolução. A revolução já está acontecendo e você não percebeu. Isso sim é revolução. Dar voz a qualquer imbecil, como eu. O que Jair Bolsonaro propõe não é revolução. É ditadura. O ilustre Deputado Federal propõe, inclusive, a esterelização das classes mais baixas. Revolucionário seria dar dignidade a essa gente, como o Governo Lula, tão criticado por seu “Bolsa Familia”, que por mais que você direitista odeie, tirou milhões de pessoas da completa miséria. É o ideal? Não. Acredito que não. Mas todo brasileiro tem direito a dignidade, independente de sua condição social, etnia, cultura, orientação sexual, religião e outras coisas que usamos pra separar uns dos outros como se fossemos coleta seletiva. Quando vamos compreender que, por exemplo, antes de ser branco, gay, obeso, neto de nordestino, agnóstico, estrábico e fumante, sou brasileiro, sou humano, sou digno de respeito? Respeito e igualdade vão muito além de setorizações. Eu não preciso ser negro para me revoltar com um ato racista como do Deputado Jair Bolsonaro. Eu não preciso ser judeu para me revoltar com o genocídio. Acima de qualquer coisa prezamos a liberdade. A própria bíblia, se não me engano, cita algo sobre Livre Arbítrio, não?

O brasileiro médio tem uma incrível mania de justificar um erro com outro. Aquela famosa máxima do eleitor malufista que diz “rouba, mas faz”. Corrupção é crime? Sim. E acho que todos se revoltaram o bastante com o mensalão em sua época e o debate foi bastante amplo. Agora é hora de pedir o julgamento. Muitas das acusações não foram comprovadas, mas isso não faz o crime ser menos feio. Todo corrupto deve ser julgado e condenado, como todo brasileiro que comete qualquer tipo de crime. Inclusive o crime de racismo. Não é porque Jair Bolsonaro não tem envolvimento comprovado com algum esquema de corrupção que ele se torna invencível e digno de falar todo tipo de asneira. Como se roubar fosse um crime maior que matar. Pois preconceito mata. Basta ver as tantas manifestações de homofobia e racismo que temos nesse país onde jovens são assassinados brutalmente por outros jovens neo-nazistas que espancam até a morte unicamente porque fulano “é de cor” e beltrano “parece viado”. A quem interessa com quem eu durmo e/ou pretendo constituir familia? O que me torna superior a uma mulher negra? Ser preconceituso define tanto o caráter de alguém quanto ser ladrão. Ambos são criminosos.

É triste mesmo ver como a homossexualidade (nunca homossexualismo, tá bom, amor?) tem se tornado algo normal e aceitável. Acho mesmo um absurdo. Por que isso é completamente normal e aceitável e já deveria ter se tornado normal e aceitável há muito tempo. Ou melhor, não existe qualquer razão lógica para o amor entre duas pessoas ser considerado anormal e inaceitável. Não existe imposição quanto a aceitação da sexualidade alheia. É algo alheio a você. Você não precisa nem tomar conhecimento. Muito triste mesmo é ver uma pessoa se limitar a seu mundo umbilical.

Sorte da senhorita que não tenha filhos. E espero que não tenha. Não gostaria de ver sua filosofia ser propagada, mas como nada posso fazer para evitar, afinal existe aquele livre arbítrio que citei e a lei proposta por Bolsonaro para a esterilização ainda não foi aprovada, anuncio que existe uma enorme, gigantesca, nababesca probabilidade do seu filho fazer você rever seus conceitos arcaicos. A próxima geração vem pra quebrar conceitos da nossa geração. E todo turrão tem um “filho problema” para amargar a família. Você não fugirá a regra. Até seu ídolo tem a decepção da família pelo que andei apurando, mas não posso jogar bosta no ventilador por responsabilidade jurídica.

É um pensamento muito mesozóico qualificar o ser humano como macho e fêmea. Não somos bichos. O cristianismo prega que não viemos dos macacos, tão logo, não somos macho e fêmea. Somos racionais e não animais que fazem sexo unicamente pra reprodução. A maioria faz sexo por oportunidade (quanto tem uma oportunidade, vai lá e faz, sabe-se lá quando teremos outra, não é mesmo?). Se fossemos meramente macho e fêmea fariamos sexo pra reprodução e estariamos até hoje arrastando mulheres pelos cabelos. O conceito de amor é algo criado por nós. Acho impressionante alguém que diz que Deus é amor pregar contra o amor. É como lançar bombas pela paz. Você pode até basear sua homofobia em escrituras bíblicas, mas releia todos os testamentos (são quatro, não precisa de muito tempo pra ler) e você perceberá que Jesus Cristo, o filho de Deus, aquele que veio a Terra para nos salvar, em momento algum recrimina a homossexualidade. Todas as citações a homossexualidade vem em livros que não contam com esse feat. Jesus Christ. É lógico que a Igreja, seja ela qual for, jamais “permitirá” a homossexualidade. Não é lucrativo. Aprenda que gente é investimento a longo prazo. Quanto mais gente no mundo, mais renda qualquer instituição terá, seja uma igreja ou uma padaria. Se homossexuais teoricamente não podem ter filhos (como se adoção e inseminação artificial não fossem possiveis), tão logo não gerarão renda futura, e automaticamente, essa ou aquela instituição deixará de se enriquecer. Não parece óbvio? Este motivo também se aplica a métodos contraceptivos. Não é Deus no comando. É dinheiro.

Há algum tempo era impensável existir religião, em seguida tornou impensável que existisse mais de uma religião. Muitos países ainda vivem assim, sem o respeito a religião do outro. Basta ligar qualquer noticiário mequetrefe.  Acredite se puder, teve época que quem dissesse que a Terra é redonda ou que o Sol é o centro do universo custaria a vida. Houve período que o cristianismo matava em nome de Deus. Lembre-se que até algum tempo atrás, o que historicamente significa ontem a noite, negros não eram considerados sequer gente. Índios também não. Mulheres não tinham qualquer tipo de direito e eram tratadas como uma sub-espécie humana. Acredite, nos padrões de família que tinhamos, mulheres não trabalhavam, eram completamente submissas e nem sequer tinham direito ao voto. Esse liberalismo não tem limites mesmo, né? É o fim do mundo mesmo!

Obrigado pela visita ao meu blog, volte sempre e me dê mais pautas deliciosas como essa. Atenciosamente, a Gerência.

Anúncios

Comentários em: "Esse liberalismo não tem limites!" (20)

  1. Diego disse:

    Querida Samantha, se a bíblia estiver certa, os filhos de Adão e Eva praticaram incesto, populando assim a nossa querida Terra. Logo, esse tal “liberalismo sem limites” começou há muito tempo!

    Acho engraçado esse povo que vem falar de Deus, julgando e condenando os outros. Quando foi que ele tornou alguém representante de alguma coisa? Dá pra mostrar a procuração assinada, com firma reconhecida?

    Esse meu comentário foi estúpido, tanto quanto o seu, Samantha, mas quase tudo o que eu queria dizer já está no texto mesmo.

  2. Existe uma regra para mobilizações no Brasil: Tem que ser algo diferente.

    Não importa qual merda seja, se for novidade, o povo se mete! Corrupção, mensação… whatever… já estão acostumados! rsrsrs

    Se tem um escândalo político acontecendo, basta qualquer jornal da globo encontrar um hotdog radio-ativo e pronto: escândalo esquecido.

    Gostei do blog cara! Parabéns!

  3. Você vai ganhar um comentário parecido com o da Samantha de novo em 1, 2, 3…
    Apenas para que saiba que eu compartilho a mesma opinião que você. Parabéns pelo texto.

  4. Flavia Celestrino disse:

    O pior de tudo, é que embora você tenha apresentado tantos argumentos, nada muda a opnião de pessoas que são tão radicais. Elas não reveem conceitos próprios em função de uma maioria que pensa diferente. Não fazem uma autoanálise do tipo “ei, será que posso estar errada?” isso não passa na cabeça de Bolsonaro, nem na dela.
    Agora, engraçado que, tudo que vejo de oposição ao movimento que está se formando, faz questionamentos do mesmo gênero. “Agora: cadê essa mobilização quando Mensalões são desmascarados? Quando qualquer tipo de corrupção vem á tona?” percebeu que dinheiro vem antes de qualquer valor?! Pra mim, é a mesma coisa que dizer “vocês brigam pelo cara que fala que espancaria um filho gay, mas não brigam por políticos que roubam o dinheiro de vocês?” Sério. Oi? Arrotam que estamos indo contra a democracia por nos chocarmos com comentários como esse, mas a democracia DELES é definida por brigas que ELES acham que são por causas realmente justas.
    Assinei a favor da ficha limpa.
    Assinei a petição de repúdio ao Bolsonaro. Espero que ela tenha feito algo também além de vir defender uma falsa democracia no seu blog!
    Aliás, parabéns João!

  5. Isabela disse:

    João, li o que você escreveu sobre o Bolsonaro e agora li esse aqui também. Além de ter argumentos extremamente sólidos para justificar suas idéias, seus textos são muito bem escritos. Se todos os jornalistas tivessem a capacidade de se expressar que você tem, as pessoas talvez lessem bem mais!
    Acima de tudo, tens muito conhecimento em diversas áreas, o que auxilia na colocação do seu posicionamento.
    Mais uma vez, parabéns! É sempre interessante ler o que você escreve, sejam matérias de cunho social, como essas últimas, sejam notícias sobre o BBB!

  6. Carol Fragoso disse:

    Acho muito surreal essa argumentação de que “ele expressou sua opinião”, não ele não expressou, ele ofendeu e discriminou negros, homossexuais e mulheres.
    Expressar opinião significa demonstrar um ponto de vista (mesmo que torpe) de forma clara, respeitosa e íntegra, não debochando e usando as palavras que esse Bolsonaro usou.
    As pessoas confundem liberdade de expressão com licença para a discriminação e desrespeito, se dependessemos de pessoas como Bolsonaro e essa senhora estaríamos na ditadura ainda, pois só eles podem “expressar-se” e somente suas opiniões estão corretas!

  7. Ana Recalde disse:

    Dá-lhe João… um prazer entrar no seu blog, hahahahaha…

    Gostoso ouvir o que eu gostaria de falar escrito por vc!! 😉

  8. Rodoxx disse:

    João.

    Parabéns por mais esse texto. Uma resposta com conteúdo para um comentário sem estofo é um ótimo começo para mudar a falta de consciência que assola nossos dias.

    É realmente impressionante a reação de determinados seres humanos ultra-conservadores quando uma normativa socialmente imposta é colocada em xeque por meio de fatos de dados. Mesmo a evolução da sociedade, que resultou em tais normativas, é simplesmente “esquecida” em nome da “normalidade”.

    Vejamos. Se voltássemos ao início do século passado, uma pobre alma feminina como esta, assim como qualquer outra mulher, estaria relegada à senzala da casa-grande, a cozinha, da qual suas parcas opiniões sobre sociedade mal poderiam ser ouvidas, quiçá levadas em conta. Política era coisa para homens. Mulheres, meras donas de casa, eram legitimamente excluídas do direito ao voto, sob a justificativa machista de que “não tinham condições de discutir assuntos políticos”. Mulher estudar? Para quê?

    Anos se passaram. O movimento feminista tomou as ruas em busca de igualdade de direitos. Tachadas de conspiradoras lesa-pátrias, socialistas amorais, lésbicas revoltadas, nifomaníacas e prostitutas, as mulheres lutaram pelo simples direito de existir na sociedade sem a opressão do rótulo de minoria e do despeito do machismo reinante. Tudo isso soa familiar, não?

    As mulheres tiveram sucesso em seu pleito. Hoje não só votam; são decisivas no processo eleitoral. Não só estão presentes no mercado de trabalho; disputam cargos até bem pouco tempo tipicamente masculinos. Não só são donas de casa; são Presidentas. Todas essas conquistas são fatos históricos e mesmo que não parecessem possíveis há 100 anos, hoje são indiscutíveis, imutáveis e, usando o termo tão valorizado por essa pobre criatura, NORMAIS!

    Assim, João, proponho um acordo com a Senhorita Samantha: Eu, como homossexual, recolho minha voz insignificante, que clama por igualdade de direitos como consta na Constituição, e volto ao meu gueto, onde é o meu lugar, desde que a mulher em questão deixe o seu estudo ou o seu trabalho e volte para a cozinha, lá permanecendo de boca calada e aceitando com sorrisos nos lábios uma sociedade machista e retrógrada. Combinado?

    Obrigado pelo espaço e pela voz amigo.

    Abraços,

    Rodrigo.

  9. sensacional.

  10. Só pra constar, o Bolsonaro é do PP, partido do Paulo Maluf, então logo de saída essa idéia de que ele não tem “escândalos de corrupção” é, no máximo, wishful thinking.

    Ainda, ele foi um dos deputados que pediu urgência na votação do último aumento de salários aprovados na Câmara, quédizê…

    E, como disse o João, ainda que ele não tenha nenhuma conduta desonesta como deputado, isso em nenhum momento alivia o peso da estupidez de suas opiniões. E, ora, ninguém está questionando o direito de Bolsonaro dizer a asneira que quiser, mas liberdade de expressão é uma via de mão dupla. Durmam com esse barulho, pois.

  11. Renata disse:

    Ai que vergonha alheia por essa Samantha…

  12. Camila disse:

    Aplausos.

  13. Lélia disse:

    Olá, João Marcio, boa tarde. Sigo você no twitter (@ac_id_queen), e divulguei mto seu primeiro texto, bem como este.
    As questões de sexualidade são meu foco de pesquisa como psicóloga (site do grupo: http://www.sexualidadevida.psc.br) e muito me indigna ainda tamanha desinformação com relação a esta tematica.
    Colarei abaixo meus ultimos tweets, q foram escritos assim mesmo, em caixa alta, me perdoe, mas são tamanhos os absurdos que li, que só consegui escrever assim, DO MEU JEITINHO!
    Abraço e obrigada por seu blog!
    Lélia Reis

    EU QUERIA SÓ DIZER QUE, DESDE 1994, DEVIDO A CONFERENCIA DO CAIRO, SÃO CONSIDERADOS E LEGITIMADOS DIREITOS SEXUAIS E REPRODUTIVOS, TAIS COMO A LIVRE ESCOLHA DO PARCEIRO, DE SUAS PRÁTICAS SEXUAIS COM CONSENTIMENTO DE OUTREM TAMBÉM ADULTO, A QUANTIDADE DE RELAÇÕES SEXUAIS E FREQUENCIA, O NUMERO DE FILHOS E O NÃO QUERER TER FILHOS, A NÃO VIOLÊNCIA E O QUERER ABSTER-SE DE PRATICAS SEXUAIS.
    O BRASIL É SIGNATARIO DESSE ACORDO, PORTANTO, DEVE CRIAR POLÍTICAS E ESTRATÉGIAS SIM PARA QUE ELAS SEJAM GARANTIDAS À POPULAÇÃO, O QUE INCLUI PROGRAMAS, LEIS, FISCALIZAÇÃO DE VIOLAÇÃO DE DIREITOS.
    CASO VOCÊ SE SINTA VIOLADO EM QUAISQUER DESSES DIREITOS E NÃO TIVER VOZ NO SEU PAIS, DEVIDO O BRASIL SER SIGNATÁRIO DE TRATADOS DE GARANTIAS DE DIREITOS E DESTA CONFERÊNCIA, VOCÊ PODE LEVAR À CÔRTES INTERNACIONAIS, COMO FOI O CASO DA MARIA DA PENHA, QUE RESULTOU NA LEI.
    E QUEM AINDA TEM DÚVIDAS, FAVOR LER MAIS AQUI: http://tinyurl.com/68l8kja ou AQUI: http://www.apf.pt/?area=004&mid=002&sid=001

  14. @izavivan disse:

    li seus dois textos (Bolsonaro e esse) e a partir de hoje tentarei ler todos…

    e pra Samantha querida… se eu tivesse que pôr um filho meu para adoção (Deus me livre disso, mas se acontecesse) e eu pudesse escolher quem iria cuidar dessa criança, eu preferiria mil vezes um casal homossexual com bons princípios a um casal de macho e fêmea como são Bolsonaro e ela.

    desculpe discordar de você, João Marcio, mas não somos todos seres humanos… existem uns que são animais – machos e fêmeas – que insistem em falar de igualdade tratando-a com desigualdade.

    bom.. mas é isso aí. continue nos informando e divertindo.

    ganhou uma nova fã!!!
    parabéns mais uma vez.

  15. Juliana disse:

    Muito bem,seu lindo! Vc destruiu a Samantha com muita inteligência

  16. Alan disse:

    Eu aposto que o João só é inteligente assim, porque ele não nasceu em um ambiente promíscuo como o da Samantha. APOSTO.

  17. Denise disse:

    Amor e tolerância …João ótimo texto, parabéns!

  18. Excelente! Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: